© 2019 Aceká Marketing Digital

  • Facebook - White Circle
  • LinkedIn - White Circle
Please reload

Posts Recentes

#ClienteACK: BIMachine no CIO Brasil

October 8, 2019

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

76% dos projetos corporativos falham por erros na comunicação. Como resolver?

October 20, 2017

Comunicação corporativa mal planejada é sinônimo de prejuízo. Empresa que não se fala, com gargalos no registro e transmissão de mensagens, está fadada ao insucesso em projetos das mais diversas áreas.

Os números comprovam: um estudo do Project Management Institute Brasil (PMI) realizado junto a 300 grandes empresas brasileiras indica que em 76% delas o fracasso de projetos teve como principal causa falhas na comunicação.

 

Um problema sério que nenhuma organização precisa enfrentar. De pequeno, médio ou grande porte, toda companhia precisa pensar na circulação da informação em seu ambiente interno, tanto na comunicação vertical, entre gestores e subordinados, quanto horizontal, entre colegas e departamentos.

 

É de uma comunicação interna bem estruturada que nascerá uma comunicação externa bem-sucedida, com real projeção e fortalecimento de uma marca no mercado. É importante que, antes de partir para anúncios a clientes e prospects, a empresa se preocupe em saber como seu próprio time está conversando, escrevendo, lendo, ouvindo.

 

Isto porque são as pessoas o principal ativo de qualquer organização. É dos indivíduos que partem as ideias, o trabalho, os produtos e serviços. Tudo tem raiz no humano e, portanto, depende do fator comunicacional para funcionar, embasado em um trabalho robusto de apuração, hierarquização, registro, distribuição, circulação e feedback da informação.

 

Ter um bom planejamento estratégico da comunicação interna permite ampliar o entendimento entre as áreas, melhorar o senso de pertencimento à empresa e o engajamento à missão e aos valores da mesma, aumentar a motivação e, por conseguinte, o comprometimento e a produtividade.

 

Quando se fala em projetos, esta realidade torna-se ainda mais crua: um relatório do Gartner aponta que 70% dos projetos falham no cumprimento de orçamento, cronograma e metas de qualidade, enquanto um levantamento da KPMG mostra que menos de 40% dos projetos realmente alcançam os objetivos propostos no período de um ano.

 

As consultorias indicam falhas de comunicação na raiz dos problemas que levam a tais prejuízos, apontando que os indivíduos envolvidos nos projetos pecam ao não responder a questões simples sobre o valor líquido, expectativa de retorno do investimento, alinhamento à estratégia de negócio e, principalmente, como tais iniciativas ajudarão a aumentar a competitividade das empresas.

 

No meio disso, há todas as falhas que geram atrasos, retrabalhos e perdas - inclusive financeiras: a parte A que não conversou com a B e por isso algo deixou de ser feito ou foi executado mais de uma vez, a informação X que foi repassada erroneamente, gerando um efeito cascata de enganos e contratempos, o dado Y que não foi registrado e acabou fazendo falta para alcançar o resultado Z na etapa seguinte etc.

 

Comunicar bem é uma tarefa difícil, que requer especialização, orientação. Por isso, contar com o auxílio de profissionais para alinhar a comunicação interna e a comunicação de projetos, é fundamental para toda organização que almeje ter um trabalho produtivo, contínuo e focado em resultados.

 

Um plano de comunicação interna bem traçado ajudará no entendimento entre todas as partes de uma empresa, culminando na construção de uma mensagem clara para público interno e externo e na fixação de uma imagem sólida no mercado. 

 

Mais do que eliminar gargalos, o trabalho de gerenciamento da comunicação corporativa interna visa ao sucesso do negócio, à conquista dos resultados projetados no Planejamento Estratégico, à consolidação da credibilidade de uma marca.

 

Compreensão, objetividade, assertividade, produtividade, competitividade – estes são alguns dos ganhos que a comunicação interna bem alinhada pode trazer. E há muitos mais, cuja descoberta será mérito dos que investirem nesta ferramenta essencial para a saúde dos negócios.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags